Buscar
  • Sidney Boschiroli

Clareamento dental de efeito: vantagens e indicações

O que é o clareamento dentário?


O clareamento dental ou dentário, na técnica convencional (a gel) ou a laser de alta intensidade (a luz) consiste na remoção de manchas e pigmentações que amarelaram ou escureceram o esmalte dentário. É um procedimento simples e seguro, que pode ser realizado repetidas vezes ao longo da vida, mas que tem nuances que fazem toda a diferença na busca por sorrisos mais claros e harmônicos.


O clareamento dentário por géis é subdividido em dois tipos: realizado pelo profissional no consultório (em até três sessões clínicas com intervalos de 3 a 7 dias entre uma sessão e outra) ou caseiro (auxiliado por moldeiras) e aplicado pelo paciente em casa ou mesmo no trabalho. Neste, o paciente usará as moldeiras personalizadas, carregadas com o gel durante 02 a 04 horas diárias em média e por um período de 07 a 14 dias consecutivos.


fonte: Dr. Luís Gustavo Leite


COMO É REALIZADO O CLAREAMENTO NA TÉCNICA COM FONTE LUMINOSA (LASER DE BAIXA INTENSIDADE, LED E LASER DE ARGÔNIO)?


As fontes luminosas de baixa intensidade, como o LED ou LASER, diferentemente do laser por argônio, são direcionadas sobre os dentes previamente cobertos com o gel, agindo como coadjuvantes no clareamento dentário realizado no consultório odontológico, ou seja, auxiliam na velocidade dos resultados, já que o efeito clareador é promovido pelo gel empregado sobre a superfície dos dentes.


Já o laser de alta intensidade por argônio tem outra forma de atuação: age diretamente como agente responsável pela remoção das manchas e pigmentos (sem utilização de gel clareador). No entanto, devido ao elevadíssimo custo do equipamento, é uma técnica rara, e de uso quase exclusivo em universidades.


APÓS O CLAREAMENTO, MEUS DENTES FICARÃO BRANCOS?


Independentemente do tipo de clareamento escolhido, ao final do tratamento seus dentes ficarão mais claros, e não mais brancos. Nesse sentido, vale ressaltar a confusão entre os termos clareamento e branqueamento. O clareamento dentário não altera a cor básica original dos seus dentes, apenas devolve a cor original perdida ao longo dos anos.


DIFERENÇAS ENTRE CLAREAMENTO E BRANQUEAMENTO


Existem quatro tons que englobam a maioria das cores dentárias. Os tons brancos e amarelos são os mais comuns, porém tons acinzentados ou que tendem para o marrom também podem ser a cor básica formadora dos dentes. E é exatamente aqui que a confusão se esclarece: dentes cujo tom (matiz) é o amarelo não mudam para o tom branco através do clareamento dental. O matiz dos dentes nunca é alterado, porém eles se tornam mais claros e harmônicos ao serem submetidos ao clareamento.

Exemplo de moldeira flexível, usada para clareamento caseiro


MEUS DENTES FICARÃO SENSÍVEIS APÓS O CLAREAMENTO?


É bem provável que algum tipo de sensibilidade apareça durante o tratamento: em torno de 70% dos casos em tratamentos caseiros. Porém, na maioria das vezes, a dor é de pequena intensidade e suportável, e cessa logo após o tratamento.

Há uma grande variação nas concentrações de géis clareadores, e o dentista é quem irá definir o mais adequado de acordo com o caso do paciente. Quanto maior a concentração do gel, maior o poder de penetração e velocidade do agente, mas também maiores as chances do aparecimento de sensibilidade dentária.

Cabe frisar que mesmo os géis caseiros, se em concentrações mais elevadas, também podem causar lesões às gengivas durante as aplicações caseiras. No clareamento caseiro o dentista pode monitorar o tratamento para alterar a concentração ou formulação química do gel a qualquer tempo, conforme as respostas ao tratamento que o paciente vai apresentando.

ANTES DE REALIZAR O CLAREAMENTO DENTAL, PRECISO FAZER ALGUM PROCEDIMENTO?


O clareamento dentário, independentemente da técnica utilizada, não deve ser realizado diretamente sobre os dentes sem que o paciente passe por alguns procedimentos. Caso contrário, o aparecimento de manchas permanentes sobre o esmalte dentário pode trazer frustração para muitos indivíduos. Uma pequena lista com procedimentos prévios ao início do clareamento dentário precisa fazer parte do seu tratamento:

- Profilaxia e polimento do esmalte dentário;

- Tratamento gengival;

- Remoção de tártaro;

- Remoção de tecido cariado;

- Aplicação de agentes dessensibilizantes.

Por este motivo, é necessária uma avaliação pelo dentista antes de realizar o tratamento.

A orientação profissional permitirá realizar um plano de tratamento levando em conta a coloração e o estado geral dos dentes de cada paciente, bem como orçar os custos, para evitar surpresas como resultados frustrantes ou gastos não previstos.


#dravivianebaroni

#odontologiaestética

#odontologiaespecializada

#clareamento

#dentistaestreito

#florianópolis

8 visualizações0 comentário